Monday, August 29, 2005

Paraíso



“Uma praia que não deixa ninguém indiferente, ou se ama perdidamente ou se detesta.”
Estava dado o mote. Metemo-nos ao caminho, que confirmou exactamente o descrito no guia - ao fim de quatro quilómetros e meio chegamos a um rectângulo de luz.
Algumas viaturas variadas estavam paradas na antecâmara do areal – depressão esboçada por uma linha de água perdida. Algumas tendas. O areal com 1,50Km de extensão está contido por falésias que se desdobram em embasamentos xistosos e calhaus rolados. Do lado poente, entre a falésia e o mar ainda há lugar para uma língua de areia que se mistura ondulante nos calhaus. Do lado nascente, a água límpida desenrola-se por entre as pedras deixando ver areia dourada do fundo, filtrada pelo verde esmeralda transparente da água, ao longe mais azul.
Os poucos habitantes da praia distribuiam-se pelas rochas e deambulavam em serenas observações. Outros pescavam. Cada um – um universo. O vento forte contribui para esse isolamento cósmico.
Na antecâmara da praia, estava parado um triciclo com uma capota e uma cortina que garantia privacidade à caixa. Nela estavam sentados um homem e uma mulher enrolados em mantas de xadrez – a dele azul e a dela vermelho escuro. No dizer dos meus filhos, dois velhotes. Confirmo que tinham para cima de sessenta anos. Ao fim da manhã – que em férias se prolonga até às três da tarde, desceram à praia, enrolados nas mantas, olharam em volta, pousaram suavemente as mantas e partiram nus para o mar. Primeiro ele e depois ela. Deslizaram na limpidez da água e na crueza da luz por longos e pacíficos momentos. Depois saíram da água, enrolaram-se nas mantas e regressaram ao triciclo.
Assim tivemos o privilégio de encontrar o paraíso.

(fotografia da Joana)

4 comments:

Rumble Fish said...

Só faltou foi dizer onde é essa praia !
Fica assim a paz nas palavras de F.Pessoa..."(...) Levar meu sentir (...) A ser natural perante o viver;(...)"
Continuem a "mergulhar" assim, neste blog. Nós, os outros, continuaremos a pasmar.

maria said...

Contar,pode quebrar o encanto. Foi de propósito que não revelei o segredo.

Rumble Fish said...

... pois já se adivinhava ... mas foste traída pela legenda da foto ...

joana said...

shhhh, olha que eu sei onde moras!

(vou tratar de tirar a legenda, guarda-me esse segredo.)